sexta-feira, 29 de junho de 2012

SENSO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA POR COR

De Cícero Lajes: não nos enganemos com os dados abaixo achando que nossa população deixou de ser preconceituosa. Note que o número de pessoas que se declaram brancas é o maior, mas isso nós sabemos que não ocorre, não é o que vemos.

Do uol.com com recorte de Cícero Lajes:
De acordo com Jefferson Mariano, analista socioeconômico do IBGE, essa inversão faz parte de uma mudança cultural que vem sendo observada desde o Censo de 1991. “Muitos que se autodeclaravam brancos agora se dizem pardos, e muitos que se classificavam como pardos agora se dizem pretos. Isso se deve a um processo de valorização da raça negra e ao aumento da autoestima dessa população”, diz.

POPULAÇÃO BRASILEIRA

91 milhões
de brancos

82 milhões
de pardos

15 milhões
de pretos

2 milhões
de amarelos

817 mil
indígenas

O analista, no entanto, afirma que “o Brasil ainda é racista e discriminatório”. “Não é que da noite para o dia o país tenha deixado de ser racista, mas existem políticas. As demandas [da população negra], a questão da exclusão, tudo isso começou a fazer parte da agenda política. A cota racial em universidades, por exemplo, é um desdobramento disso”, afirma Mariano.

A distribuição por raça entre os Estados refletiu padrões históricos de ocupação e movimentos relacionados à dinâmica econômica, segundo o IBGE. A maior proporção de brancos, por exemplo, é observada na região Sul do país: Santa Catarina (84%), Rio Grande do Sul (83,2%) e Paraná (70,3%). Já a população de pardos é mais comum no Nordeste e no Norte (com destaque para o Pará, com 69,5% de pardos), enquanto os pretos estão mais presentes nos Estados da região Nordeste, principalmente na Bahia, onde 17,1% se autodeclararam pretos (2,4 milhões de pessoas).

LEIA MAIS
Brancos ganham duas vezes mais que negros e dominam ensino superior no país, mostra Censo 2010

O percentual de indígenas se manteve em 0,4% (817 mil pessoas, sendo que 60,8% estavam concentradas em áreas rurais)

Nenhum comentário:

Postar um comentário