quarta-feira, 22 de agosto de 2012

ENCONTRO COM FÁTIMA BERNARDES

Curioso com as críticas dos programas de humor e do pessoal do facebook ao programa matinal apresentado pela jornalista Fátima Bernardes, parei ontem gastei ontem 10 minutos de minha vida com a Globo para analisar seu programa. Sinceramente dá para assistir, eu vejo o telespectador dar audiência à programas piores: Programa do Ratinho, A Fazenda, Zorra Total... Não sei se foi coincidência, mas pelo menos na hora em que liguei a TV vi um tema interessante: um pesquisador falando de seu livro sobre o surgimento de alguns ditados populares. Quem gosta de cultura certamente gosta de temas como este, só não tenho paciência de assistir todo o programa e ver piadinhas imbecis, perguntas cujas respostas são óbvias, senso comum em opiniões de temas polêmico... Mas tem coisa pior na mídia televisiva.

Alguns ditados: 

"Quem não tem cão, caça como gato!" ou com gato?
Segundo o autor há duas afirmações: 1 - realmente na falta de um cão deve-se usar o gato; 2 - na falta de um cão deves-e caçar como um gato. 

"Amanhecer de ovo virado"
Expressão que teria surgido devido o posicionamento do ovo da galinha ao ela pôr. Se a ponta ela põe o ovo com a ponta virada para cima, causa-lhe um grande desconforto. O autor falou ainda que enquanto estar na galinha, o ovo é gelatinoso, sua casca enrigesse em contato com o ar ao sair dela.

"Casa da mãe Joana"...
O autor explicou que há algum tempo, em um lugar que desconheço, haviam vários cabarés e uma senhora chamada Joana colocava ordem nos locais, que passaram a chamar-se "Casa da mãe Joana." 

Nenhum comentário:

Postar um comentário