quinta-feira, 23 de agosto de 2012

QUESTÃO DE SAÚDE

 Cadáver de cachorro com cabeça arrancada

Lixo próximo ao muro

Essa não é a primeira nem a última postagem que coloco neste blog sobre a questão do lixo por trás do Cemitério Público. O problema é crônico, o poder público limpa e as pessoas sujam em seguida. Antes havia apenas podas de plantas, mas já faz um tempo que vemos lixo reciclável e o pior: cadáveres de animais em decomposição. Hoje à tarde fotografei um cachorro sem cabeça próximo à passagem de quem transita do CEHAC para o São Judas, e ainda há restos mortais de gatos em sacolas, fato de animais comestíveis...

Algumas pessoas podem até ficar chateadas com essa minha atitude, peço desculpas! Mas não dá para ficar calado diante desse fato que está sujando a imagem do setor que resido. Muitas pessoas até me reclamam desse fato, mas fazer o quê? Trabalho de conscientização e esclarecimento. Quem? Só não serei eu, minha parte estou fazendo agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário