terça-feira, 4 de setembro de 2012

INQUISIÇÃO PORTUGUESA VS HOMOSSEXUALIDADE

8. The Pear of Anguish (A Gota de Angústia)

A gota de angústia foi usada durante a Idade Média, como uma forma de tortura, nas mulheres que realizaram um aborto, mentirosos, blasfemos e homossexuais.
Um instrumento em forma de pêra era inserido em um dos orifícios da vítima: a vagina para as mulheres, o ânus dos homossexuais e na boca de mentirosos e blasfemos.
O instrumento consistia de quatro folhas que, lentamente, eram separadas umas das outras pelo torturador através do parafuso na parte superior. O torturador rasgava a pele ao expandir o instrumento ao máximo e mutilava a vítima.
_________________________________________________________________
Por Luiz Mott
Por que os homossexuais eram perseguidos
Depois dos CRISTÃOS-NOVOS JUDAIZANTES, os os homossexuais foram os mais perseguidos pela Inquisição portuguesa: trinta homens "sodomitas" foram queimados na fogueira. proporcionalmente, os gays constituíram o grupo social tratado com maior intolerância por esse Monstrum Terribilem. Foram mais torturados e degredados que os outros condenados e, receberam as penas mais rigorosas. Metade foi condenada a remar para sempre nas galés del Rei.

Mas somente os praticantes do que a Inquisição classificava como "sodomia perfeita" ardiam nas fogueiras. Esta perfeição consistia "na penetração do membro viril desonesto no vaso traseiro com derramamento de semente de homem". Os demais pecados graves eram considerados pecados mortais ou "molice".

Fonte: Revista de História da Biblioteca Nacional, Ano 7, nº73, Outubro 2011
Acervo: Biblioteca Comunitária da Escola Estadual Pedro II/Lajes RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário