sexta-feira, 23 de novembro de 2012

MUNDO ANIMAL, MUNDO NATURAL.

Pesquisadores registram maior fêmea reprodutora de jacaré-açu, no AMAnimal encontrado pelos pesquisadores mede 2,91 metros e pesa 74kg. Jacaré estava próximo ao ninhos, onde havia 32 ovos.

Do G1 AM
Jacaré fêmea encontrada em reserva sustentável no Amazonas (Foto: Igor J. Roberto/Instituto Mamirauá - Divulgação)

Pesquisadores do Instituto Mamirauá localizaram a maior fêmea reprodutora de jacaré-açu encontrada nas Reservas de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá e Amanã, no noroeste do Amazonas. Medindo 2,91 metros e com peso estimado em 74kg, o animal foi registrado pelos cientistas no início de outubro perto do ninho dela, onde havia 32 ovos.

Para o coordenador do projeto Conservação de Vertebrados Aquáticos Amazônicos (Aquavert), o biólogo Robinson Botero-Arias, o registro de um jacaré deste tamanho é positivo, pois, segundo ele, animais deste porte já possuem grande adaptação ao habitat, tendo assim, a maior capacidade de produzir filhotes saudáveis. "Esse dado nos ajuda a conhecer o estado da população reprodutiva. As pesquisas têm demonstrado que as populações de jacarés na Reserva Mamirauá estão maduras, estáveis e se adaptaram bem à forte pressão de caça no passado", afirma o biólogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário