segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

AS COTAS NA TV

Escola no Maranhão

Professor cabisbaixo (http://demuitosum.blogspot.com.br)

Não me incomoda o fato das cotas  nas universidades brasileiras, temos que democratizar o ensino superior para saudar a dívida que temos com o grupo que foi escravizado por tanto tempo em nosso país, embora ache que este não deve ser um mecanismo permanente.

As cotas que realmente me incomodam são as que vejo na TV, estas sim me causam indignação: 2 negros por novela (se esta não tratar de escravos); um negro apresentador de telejornal (somente aos sábados ou quando cobre as férias do apresentador principal); 3 repórteres negro por emissora (1 do esporte, outro da política e outro de assuntos diversos); a cada 5 novelas, uma tem uma negra como protagonista seduzida pelo cara branco (as vezes o negro também é protagonista); negros interpretando papeis ridículos como os de Zorra Total...

E ainda usam Joaquim Barbosa para simbolizar a valorização do esforço pessoal. Desculpem mas apesar de concordar em parte com essa ideia, prefiro ver os 100% dos royaltes do pré-sal destinado à educação, ver os professores ganhando equivalente ao gral de estudos de profissões equivalentes, prefiro ver todas as escolas deste país com a máxima capacidade tecnológica e pedagógica ao seu favor... Precisamos causar uma revolução no ensino fundamental e médio pois este modelo não cativa mais os jovens. O resto é blá blá blá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário