segunda-feira, 12 de agosto de 2013

G1 RIO GRANDE DO NORTE - Fotógrafos fazem expedição ao Pico do Cabugi, no interior do RN

G1
RIO GRANDE DO NORTE

Grupo passou noite na serra, que tem mais de 500 mestros de altitude. 

Ciclistas também participaram de trilha no 1º Pedal Pico do Cabugi.

Do G1 RN
Fotógrafos acamparam no Pico do Cabugi, vulcão adormecido e um dos pontos mais altos do Rio Grande do Norte (Foto: Canindé Soares)RIO GRANDE DO NORTEFotógrafos e ciclistas subiram no Pico do Cabugi, no Rio Grande do Norte. (Foto: Canindé Soares)

Fotógrafos e ciclistas potiguares se aventuraram em uma subida ao Pico do Cabugi, no município de Angicos, neste fim de semana que compreendeu o sábado (10) e o domingo (11). O grupo era composto por mais de 15 fotógrafos e cerca de 20 ciclistas que participavam, respectivamente, do 1º Off-road Fotográfico e 1º Pedal Pico do Cabugi. Para aproveitar as melhores imagens, os fotógrafos passaram a noite acampados sobre a serra.

saiba mais
VEJA O ALBUM DE FOTOS

O grupo contou com o apoio de trilheiros da região e da Polícia Ambiental. A trilha de aproximadamente 2,5 quilômetros foi percorrida pelos fotógrafos em três horas e 30 minutos. Após esse tempo, eles alcançaram os 590 metros de altitude.
Fotógrafos e ciclistas escalaram o Pico do Cabugi,
no RN(Foto: Canindé Soares)

“Sem dúvida é exigido um grande esforço físico. Um evento somente para aventureiros. A parte da trilha sobre as rochas vulcânicas soltas, exige muito atenção e esforço físico incomum. Para quem tem medo de altura, esta parte da subida não é aconselhável”, relata o fotógrafo Canindé Soares, que participou da trilha.

Ele ainda deu suas impressões sobre a noite que passou em um dos pontos mais altos doRio Grande do Norte. “A dormida num ponto bem estreito no topo e cheio de pedras não é das mais confortáveis e baixa temperatura da noite e o vento forte de agosto também não foi das melhores coisas. Mas vale a pena todo e qualquer esforço pelo visual do lugar, que desde o início da trilha até o cume é realmente de encher os olhos”, diz.

O Pico do Cabugi

O Pico fica localizada entre os municípios de Fernando Pedroza e Angicos, na microrregião de Angicos, região central potiguar. Ele é uma formação geológica que se eleva a mais de 500 metros de altura acima do nível da planície circundante da região.

Segundo o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Estado (Idema), o Parque Ecológico do Cabugi foi criado por decreto estadual com o objetivo de proteger o remanescente de atividade vulcânica no Brasil, conservar parte da Caatinga do entorno da formação geológica e estimular a atividade turística local sem depreciar o meio ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário