terça-feira, 8 de abril de 2014

GATO DO MATO ATROPELADO EM RODOVIA DO RN - INFORMAÇÕES IMPORTANTES

O professor de Artes Fábio Fernandes guiando sua moto em uma rodovia do RN deparou-se com esta cena. A princípio ele achou que fosse uma raposa, mas ao aproximar-se viu que se tratava se um gato do mato, felino da caatinga ameaçado de extinção. Infelizmente as rodovias brasileiras há poucas obras de engenharia que permitam a passagem da fauna por baixo das estradas, quando há é por causa do leito de um rio ou riacho.Motoristas têm prazer de matar animais silvestres, principalmente a cobra.

Fotos: Professor Fábio Fernandes


É uma espécie de "Gato-do-mato",conhecido popularmente como Gato-mourisco,gato vermelho ou Jaguarundi (Puma yagouaroundi). Esse felino ocorre em todo Brasil com exceção do sul do estado do Rio Grande do Sul. Sua distribuição estende-se desde o sul do Texas até as províncias de Buenos Aires e Rio Negro na Argentina. Habita os seguintes biomas brasileiros:Mata Atlântica,Caatinga,Amazônia,Cerrado,Pantanal e Campos sulinos. São animais terrestres de hábitos solitários,unindo-se apenas para acasalar e são ativos predominantemente durante o dia. Carnívoro como os demais felinos,o Jaguarundi se alimenta de pequenos roedores,aves,répteis e anfíbios. entram em cío nos últimos meses do ano. O período de gestação varia de 72 a 75 dias,quando nascem de 2 a 3 filhotes por parto.

É uma espécie de porte médio com comprimento variando de 49 a 77 cm (média 63cm), a cauda é longa de 28 a 59 cm (média 42cm) e peso em torno de 5,2kg (3-7kg). Possui uma aparência distinta, sem a presença de manchas, cabeça pequena, alongada e achatada, e orelhas pequenas e bem arredondadas. As pernas são relativamente curtas em relação ao corpo. A coloração é uniforme, apresentando três tipos básicos: amarronzada-negra, acinzentada e vermelho-amarelada. Os indivíduos de coloração mais escura estão associados a florestas, enquanto os mais claros a ambientes mais secos e abertos.

A espécie é classificada como vulnerável no estado do Rio Grande do Sul, presumidamente ameaçada de extinção em Minas Gerais, deficiente em dados no Paraná, espécie de preocupação menor na Lista Vermelha mundial da IUCN, e citada no apêndice I da CITES. É o único felino brasileiro que não consta na Lista da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. Reflita: A principal ameaça não apenas para esse felino,mas para todos os gatos silvestres brasileiros, é a fragmentação e destruição de habitats, já que os felinos geralmente precisam de grandes áreas para viverem bem. Esse animal ainda ocorre em nosso estado,no bioma de Caatinga e provavelmente no que ainda resta da nossa Mata Atlântica. Texto extraído do meu blog:http://seresvivosdorn.blogspot.com.br/2010/06/gato-mouriscopuma-yagouaroundi-e.html





Um comentário:

  1. É uma espécie de "Gato-do-mato",conhecido popularmente como Gato-mourisco,gato vermelho ou Jaguarundi(Puma yagouaroundi). Esse felino ocorre em todo Brasil com exceção do sul do estado do Rio Grande do Sul. Sua distribuição estendende-se desde o sul do texa até as províncias de buenos aires e Rio Negro na Argentina. Habita os seguintes biomas brasileiros:Mata Atlântica,Caatinga,Amazônia,Cerrado,Pantanal e Campos sulinos. São animais terrestres de hábitos solitários,unindo-se apenas para acasalar e são ativos predominantemente durante o dia. Carnívoro como os demais felinos,o Jaguarundi se alimenta de pequenos roedores,aves,répteis e anfíbios. entram em cío nos últimos meses do ano. O período de gestação varia de 72 a 75 dias,quando nascem de 2 a 3 filhotes por parto.
    É uma espécie de porte médio com comprimento variando de 49 a 77 cm (média 63cm), a cauda é longa de 28 a 59 cm (média 42cm) e peso em torno de 5,2kg (3-7kg). Possui uma aparência distinta, sem a presença de manchas, cabeça pequena, alongada e achatada, e orelhas pequenas e bem arredondadas. As pernas são relativamente curtas em relação ao corpo. A coloração é uniforme, apresentando três tipos básicos: amarronzada-negra, acinzentada e vermelho-amarelada. Os indivíduos de coloração mais escura estão associados a florestas, enquanto os mais claros a ambientes mais secos e abertos.
    A espécie é classificada como vulnerável no estado do Rio Grande do Sul, presumidamente ameaçada de extinção em Minas Gerais, deficiente em dados no Paraná, espécie de preocupação menor na Lista Vermelha mundial da IUCN, e citada no apêndice I da CITES. É o único felino brasileiro que não consta na Lista da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. Reflita: A principal ameaça não apenas para esse felino,mas para todos os gatos silvestres brasileiros, é a fragmentação e destruição de habitats, já que os felinos geralmente precisam de grandes áreas para viverem bem. Esse animal ainda ocorre em nosso estado,no bioma de Caatinga e provavelmente no que ainda resta da nossa Mata Atlântica. Texto extraído do meu blog:http://seresvivosdorn.blogspot.com.br/2010/06/gato-mouriscopuma-yagouaroundi-e.html

    ResponderExcluir