terça-feira, 19 de agosto de 2014

O FUTURO CHEGOU: DISPUTA POR ÁGUA JÁ É UMA REALIDADE: São Paulo e Rio chegam a acordo sobre disputa de água

Reunião no Ministério do Meio Ambiente também contou com autoridades dos governos federal e de Minas Gerais
Vista geral do aparato de captação de água na represa do Jaguari, parte do sistema de abastecimento da Cantareira, em Joanópolis, no interior de São Paulo, em fevereiro Foto: Paulo Whitaker / Reuters

Os governos federal, de São Paulo, do Rio de Janeiro e de Minas Gerais chegaram a um acordo, em reunião no Ministério do Meio Ambiente na segunda-feira, sobre a água da Bacia do Paraíba do Sul, de acordo com informações do jornal O Globo. A vazão do Rio Jaguari - um afluente do Paraíba do Sul -, que vinha sendo contida pelo governo paulista, será novamente elevada, e o governo do Rio de Janeiro terá de fazer adequações para receber um volume menor de água, a partir do mês que vem.

Os dois Estados fizeram concessões para viabilizar o acordo. O rio deve assegurar abastecimento de água para consumo humano em municípios paulistas e fluminenses ao menos até novembro.

A vazão do reservatório do Jaguari passará de 10 metros cúbicos por segundo para 43 metros cúbicos por segundo, volume superior aos 30 metros cúbicos por segundo exigidos pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). O governo de São Paulo tinha decidido não acatar a recomendação no início deste mês, mas mudou de ideia durante a reunião no Ministério do Meio Ambiente.

No caso do Rio de Janeiro, o governo deverá aceitar, a partir de 10 de setembro, uma vazão menor de água que chega à barragem de Santa Cecília, vinda do Paraíba do Sul, de onde partem os recursos hídricos para todo o Estado. Obras de adequação deverão ser feitas nas cidades que puxam água do Paraíba do Sul para a abastecimento se ajustar a uma menor vazão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário