quarta-feira, 17 de setembro de 2014

A Passagem mais perigosa do planeta, Caminito Del Rey reabre em 2015

Local passa por reforma estimada em cinco milhões de euros e ganha adaptações para se tornar mais seguro
(Foto: Creative Commons)
 
Considerada a passagem mais perigosa do mundo pelo jornal britânico Telegraph, o Caminito del Rey (“Pequeno Caminho do Rei”, em português) reabrirá no início de 2015, após passar por uma restauração milionária, iniciada em março deste ano. A trilha contorna a borda do estreito Gaitanes Gorge, no sul da Espanha, e ganhou esse nome porque o rei espanhol Alfonso XIII costumava andar por ali para apreciar a bela paisagem dos arredores. Ele inaugurou a passarela em 1921.

A iniciativa de recuperar o local surgiu com o objetivo de tornar a via mais segura para os visitantes, após a morte de turistas em 1999 e 2000. A ideia é permitir que mais pessoas tenham coragem de atravessar o local, além de impulsionar o turismo na região. Até então, eram poucos os valentes que se arriscavam no Caminito. O concreto, que estava em ruínas, foi substituído por ripas de madeira e painéis de vidro com corrimão. Calcula-se que a obra tenha um custo aproximado de cinco milhões de euros.

O Rei Felipe VI, bisneto do Rei Alfonso XIII, foi convidado para participar da reinauguração do caminho no próximo ano. Com a abertura, o local permanecerá livre para os visitantes por três meses. Após o período inicial, haverá uma taxa para turistas e o número de pessoas autorizadas a acessarem a via será limitado, por razões de segurança. As informações são do conselho de Málaga, órgão responsável pela reforma, em conjunto com o governo de Andaluzia. Você teria coragem?
Assim é como o caminho ficará ao final da reforma (Foto: Divulgação)
(Foto: Creative Commons)
(Foto: Creative Commons)
(Foto: Flickr/Roberto Lumbreras)

Nenhum comentário:

Postar um comentário