sábado, 8 de novembro de 2014

CURIOSIDADE: O SURGIMENTO DA VACINA

Até o final do século XVIII, um grande número de pessoas morria em consequência de uma doença chamada varíola. No entanto, quem contraia a moléstia e conseguia sobreviver jamais contraía a varíola outra vez.
O gado bovino também apresentava uma doença semelhante, embora menos grave.
Os indivíduos que ordenhava as vacas doentes às vezes desenvolviam a moléstia, ficando com feridas na pele, principalmente das mãos.
Naquela época, vivia na Inglaterra um médico chamado Edward Jenner. Ele observou que as pessoas que haviam contraído essa moléstia do gado não eram gravemente atacadas por varíola.

Usando uma agulha esterilizada, Edward retirou um pouco de pus da ferida de uma mulher portadora da varíola bovina, colocando-o nas escoriações que fez na pela de um menino sadio.
Em pouco tempo o menino adoeceu, mas restabeleceu-se por completo em dois meses.
Para completar sua experiência, o médico injetou nesse garoto, já curado, pus retirado de um indivíduo com varíola humana. A criança não contraiu a doença,

A palavra vacina (do latim: vaccina, que quer dizer "de vaca") surgiu do fato de Jenner retirar de vacas o material que aplicava nas pessoas sadias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário