sexta-feira, 2 de outubro de 2015

CONSELHOS DE CÍCERO LAJES PARA SECRETÁRIOS(AS) MUNICIPAIS

Inspirado na obra "O Príncipe", de Nicolau Maquiavel, lançarei uma série de conselhos para os postulantes ou já atuantes nas funções de secretários municipais, vereadores, prefeitos e vices. A primeira delas será para o cargo de Secretário(a), e lança um olhar sobre aquilo que as pessoas gostam de ver em um representante, não o que elas precisam.

Intersetorialidade - Use e abuse dessa palavra. Na teoria é uma forma dos vários setores de uma administração agirem em parceria, mas na prática acaba sendo uma forma daqueles que praticamente não tem ações pegarem carona nas ações dos outros. É assim em todo o Brasil, você não é o único.

Secretaria com Vários Nomes - É importante que sua pasta não se remeta a apenas um setor, está na moda agrupar vários setores em um só (Sec. Disso, Daquilo e Mais aquilo), assim fica mais fácil camuflar a ineficácia de um valendo-se na execução de outro por meio de algum curso por exemplo ou evento já realizado em outras gestões.

Ocupe Vários Cargos - Prove que você é uni presente, essa não é uma prerrogativa apenas dos Deuses. Isso ajudará nas suas finanças, veja: em uma só viagem você pode embolsar até 3 diárias, mas os cargos não podem ser na mesma entidade, assim você pode cair no Diário Oficial Municipal, Estadual ou outro. O dia só tem 24 horas mas você mostrará que na filosofia política aplicada 3 está para 1.

Orçamento - Sua secretaria não precisa de verba, você só precisa estar em sintonia com o prefeito, ligue sempre para ele, siga seus passos! Quando o mesmo for visitar uma obra vá junto, quando for inaugurar uma obra vá junto, quando tiver uma festividade vá junto e saia nas fotos sempre com ele, assim o povo pensará que todas as ações do executivo têm seu dedo.

Relação com os Blogs - Os Blogs costumam começar criticando mas estão só esperando um cala boca ($$$). Depois de um pequeno investimento mensal que não vai sair de seu bolso estes veículos estarão dispostos a construir sua imagem de atuante e entrará até em debates com os próprios leitores por sua causa. Isso fará com que a credibilidade deles despenquem apesar dos acessos, assim se eles se voltarem contra você novamente  terão reduzido o poder de influência.

Cuidado com as redes sociais - Elas são úteis para você vender seu peixe, mas evite entrar em debates políticos que não levarão à nada, só trarão antagonismos para sua pessoa. Ao ler uma crítica finja que não é com você, afinal a carapuça só incomoda quando mostra-se que está sendo usada.

Apoie os candidatos do Prefeito - Uma sentença de morte política mais comum para um secretário é ele achar que tem independência. Quando houver campanhas estaduais siga sempre seu chefe político, afinal é a eleição dos candidatos dele que garantem o sustento de sua pasta por mais inútil que esta seja.

Parentes em Cargos Eletivos - Para você se manter com mais firmeza no cargo é importante que outro parente faça uma linha de frente em sua defesa ocupando um cargo eletivo, de preferência de vereador tendo em vista a cumplicidade deste poder para com o Executivo, mas também serve como Vice Prefeito e até mesmo Deputado por causa do prestígio em escala estadual ou federal.

Família Influente - É evidente que vindo de uma família influente fica bem mais fácil  você conseguir uma boquinha em algum cargo, não importa que sua pasta seja a última escolhida (a sobra), afinal você nem precisa entender dos assuntos referentes a mesma, pois em boa parte trata-se de um cargo de faxada apenas para acomodar nomes.

10º Colha os bônus empurre os ônus - Ficar nos holofotes também tem seu preço e não é só Real (R$), especialmente quando a popularidade da administração não vai lá essas coisas, as vezes é bom sumir por um tempo e colocar a culpa na "crise", esse slogan colou e está salvando muito incompetente em âmbito municipal e estadual. Quando a situação estiver feia coloque a culpa no Governo Federal, quando estiver boa diga que é graças ao Governo Municipal que não mede esforços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário