quinta-feira, 16 de junho de 2016

OS MEMES COMO FORMA DE BRINCADEIRA OU CRÍTICA

As montagens feitas a partir de fotos nas redes sociais têm se espalhado de forma tão criativa e global como a própria Internet. No Brasil elas são usadas principalmente como forma de brincadeiras ou protestos, seja pela comédia pura ou ironia.

Em um país pra lá de coisas tortas, o que não falta é gente órfão por heróis, de vez em quando eles até aparecem mas no jeitinho brasileiro. A notícia da prisão do agente Newton Ishii (O Japonês da Federal) foi um dos acontecimentos que marcaram os memes nas redes este ano. Numa das reproduções mais criativas aparece o agente conduzindo ele próprio para o cárcere.
 
                              Foto: estadão.com.br

E que tal financiar a compra de feijão pela Caixa Econômica Federal? Essa foi uma forma que o Brasileiro encontrou de protestar ou brincar com o preço do feijão, um dos itens principais de nossa dieta.
                                                                                           Foto: oglobo.com 

Agora, o pessoal que protesta ou brinca com o preço da gasolina botou as caras, fosse dizendo que não adiantava subir o preço pois só colocava 10 reais, fosse com frentistas como assaltantes (brincadeira lógico) ou com vigilantes armados escoltando gasolina.
                                   Foto: uol.com.br

Política e economia sempre bombam nos memes, mas o futebol vence de goleada as reproduções. Os amigos corinthianos me perdoem mas as diversas arbitragens duvidosas em favor do timão que rendeu o Brasileirão antecipado ao Timão não passou batido pelos internautas.
                                                                                 Foto: humor esportivo.lance.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário