domingo, 21 de maio de 2017

VEM AÍ O DOC. SERRA DO FEITICEIRO

Nos dias 20 e 21 de maio de 2017, estive em Lajes uma equipe comandada pelo radialista e produtor cultural Tárcio Araújo, da qual fiz parte. Depois do sucesso do curta Aboio: A Poesia do Vaqueiro, Tárcio aposta em mais uma produção áudio visual, desta vez com o intuito da preservação da memória dos que tiveram ou tem alguma ligação com a Serra do Feiticeiro, Lajes RN.

Na primeira parte de captação de imagens e áudios, estivemos nas comunidades Boa Vista, Salgadinho e Juazeiro; entrevistando Leno, o casal Geraldo e Beatriz, Chico Pedra Preta, Preto e Zequia. Foram grandes depoimentos, de muita importância para a memória local, em especial da Serra do Feiticeiro. Na segunda parte tem mais algumas pessoas para serem entrevistadas, inclusive alguns dos mais idosos. Aguardem!

Diretor e roteirista: Tárcio Araújo
Cinegrafista: Adriano Morais
Fotos: José Bezerra
Colaborador: Cícero Lajes

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2017: MEMBROS ESTIVERAM NA CÂMARA MUNICIPAL DE LAJES

No dia 05 de maio, a comissão da Campanha da Fraternidade 2017,representada na ocasião por Canindé Rocha, Professora Gorete e Cícero Eleutério estiveram na Câmara Municipal de Lajes apresentando um balanço das ações da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição durante a Campanha deste ano. Os membros estiveram representando Padre Zezinho que não pode estar presente à sessão.

Foi apresentado o tema deste ano: Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15). Também um balanço da ação concreta de plantio de 15 espécies nativas na zona urbana de Lajes, bem como a solicitação da doação de algumas mudas de mangueira, a serem plantadas numa ação futura no Bosque das Pedras.
No final ainda tivemos a mensagem do amigo Leal cantando uma música do saudoso Carlos Alexandre: "Devastação".

quarta-feira, 3 de maio de 2017

TRADICIONAL ROMARIA DA CAPELA DA DIVINA SANTA CRUZ, LAJES RN, 2017

Hoje, 3 de Maio de 2017, foi dia da tradicional subida à Capela da Divina Santa Cruz na Serra do Feiticeiro. Este ano o movimento foi maior e melhor que o do ano passado por alguns fatores: recuperação das estradas de acesso à Serra, estrutura como a tenda da Secretaria de Agricultura disponibilizando sombra, cadeiras, água e café, Rádio Serra do Feiticeiro, pareceria da Secretaria de Obras e serviços Urbanos, Secretaria de Saúde e, Secretaria Municipal de Educação\Departamento de Cultura. O que ainda deixa a desejar é a trilha da subida em si, com muito cascalho e bastante ingrime, merecendo uma escadaria e corrimão. 

Quem continua marcando presença todos os anos são as caravanas de Caiçara do Rio dos Ventos bem numerosa) e também de Pedra Preta, e também claro os populares do município de Lajes, alguns vindo de Natal só para o evento. Algumas pessoas subiram ainda de madrugada numa antiga tradição, o horário de pico vai desde o clarear do dia, até por volta das 10:00 horas, quando os vaqueiros da cavalgada retornam da Capela.

O público é do mais variado possível, desde crianças e adolescentes à adultos e alguns já idosos. O principal atrativo para a romaria é a fé de fiéis que vêm fazer ou pagar promessa, alguns fazem o trajeto descalços. Mas é crescente o número de pessoas que vêm pela curiosidade, pela aventura, pelo lazer de um dia diferente e amantes da cultura. Lembrando que o evento não faz parte das atividades oficiais da Igreja Católica, são os populares os principais responsáveis pelo evento, inclusive a construção da Capela.

Importância econômica da Romaria - Na própria Serra do Feiticeiro podemos citar os ambulantes que lucram com a venda de dindim, água, bolo, cuscuz, tapioca, velas e refrigerantes. Na cidade podemos citar quem produz camisetas temáticas como as usadas pelo pessoal da cavalgada, os postos de combustíveis que lucram com o aumento do tráfego, os depósitos de água mineral, o locador de tendas, as padarias, etc.


Acima, pessoal do grupo de motoqueiros Bonde do Grau, na pedra do Anjo. Abaixo, Fieis em frente e ao lado da Capela da Divina Santa Cruz.
Dona Ciça, acima tem 86 anos e já faz planos de retornar aos 87 ano que vem. Abaixo, mai suma fiel da terceira idade de 77 anos.
Acima, fiel lê placa colocada pelos Escoteiros Alzira Soriano. Abaixo, seu Pulo brinca com Ronaldo morador da Comunidade Boa Vista.
Acima, à direita, seu Zé do Mel saúda a todos os participantes e avisa que ano que vem levará sua barraquinha de mel. este ano tem muitas flores devido as chuvas.
Acima, mostramos um hábito comum entre alguns fiéis: fazer o trajeto descalço. Abaixo, o interior da Capela da Divina Santa Cruz

E.E. Pedro II, GEAS 79 e NUCA na Capela da Divina Santa Cruz 2017

Este ano a Escola Estadual Pedro II voltou suas atividades no Dia 03 de Maio na Serra do Feiticeiro visitando a Capela da Divina Santa Cruz. Trata-se de uma aula pática com turismo pedagógico, ecológico e, atividade física, lazer e cultural, sempre o Pedro II participa o dia 03 de Maio na Serra ganha um novo ar.

Quem também estiveram presentes foram o Grupo de Escoteiro Alzira Soriano (GEAS 79), levando inclusive algumas placas de conscientização ambiental. Além deles o Nuca Lajes esteve participando da Rádio no pé da serra e também fizeram a subida até à Capela e Pedra do Anjo.

Mais fotos na página do Facebook Cícero Lajes