quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Brincando com Mussum, um Artista Afrente de seu Tempo


Texto de Cícero Lajes - É verdade que a sociedade precisa mudar de tempos em tempos para se adequar as novas ideias, conquistas e concepções. Também é verdade que o mundo em que vivemos é pluralmente machista e que nas últimas décadas tem crescido o movimento feminista em contraposição a essa realidade um tanto "opressora". Também está na pauta das conquistas feministas a questão linguística do gênero na pronúncia e escrita. Nesse quesito o artista Mussum estava afrente de seu tempo pois para ele não havia gênero, muito menos singular: a letra "i" era usada para termos masculinos e femininos em contraposição ao "a" e "o".

Veja alguns exemplos:
  • Cruzamento do homem com a mulher: filhis.
  • Cruzamento do bode com a cabra: cabritis.
  • Cruzamento do carneiro com a ovelha: borreguis.
  • Cruzamento do peru com a perua: peruzis.
  • Cruzamento do jumento com a jumenta: jumentis.
  • Cruzamento do boi com a vaca: bezerris.
  • Cruzamento do cavalo com a égua: pordis.
  • Cruzamento do porco com a porca: bacurizis.

Um comentário: