quinta-feira, 8 de outubro de 2015

MAPA DE 1927: FERROVIA CENTRAL DO RN, RAMAL LAJES/CAICÓ: "A FERROVIA INACABADA"

Mapa dos trilhos da Estrada de Ferro Central do Rio Grande do Norte em 1927
Foto: VFCO Brasília

Texto: Cícero Lajes

O ramal ferroviário que ligaria Lajes a Caicó, portanto a região Central à Serido acabou se tornando mais uma daquelas obras macabras transformando-se em um enredo de mistério, abandono e fascinação. 

Esse ramal seria integrado à Ferrovia Central do Rio Grande do Norte, esta ligava Ceará Mirim à São Rafael passando por Lajes, o ramal do Seridó passaria ao lado do terreno onde fica hoje a Churrascaria Guaíba entrando na cidade pela rua Joaquim Capitão.  Lembrando que a Estação de Lajes na Ferrovia Central foi inaugurada em 1914, então este ramal é posterior a esta data.

Na legenda do mapa acima, de 1927, encontramos os seguintes ícones: Estrada em tráfego, estrada em construção, estrada em estudo. Esse mapa bate com uma informação que o senhor Cícero Fernandes (ferroviário aposentado de Lajes) havia me passado há alguns anos, de que os trilhos do ramal chegaram até próximo da comunidade Barreiras, mas não levava passageiros, era uma máquina que levava trabalhadores e ferramentas. Observando ainda o mapa vemos que a construção se deu até alguns km depois da comunidade de Recanto, no sentido Lajes Cerro Corá. É lá onde fica a construção da Estação, hoje funciona uma Capela. O mapa ainda demonstra que depois desse trecho em obras ainda foram feitos estudos, provavelmente de rotas, solos, viabilidade, etc.

As construções observadas a olho são: uma caixa d'água de ferro no Açude Gavião, estrutura de pedras e cimento para pontes e pontilhões, túneis, aterro e escavação de valas para nivelar o terreno. De todas as obras a mais conservada é a antiga Estação, porém as mais enigmáticas, que tem atraído aventureiros são dois túneis,  um teve um deslizamento de rocha não sendo portanto explorado, o outro é maior com cerca de 100 metros de extensão atravessando uma serra do lado para o outro, ele teria sido escavado em 1918. 

A empresa responsável era a companhia inglesa Great Western, a mesma que construiu a Ferrovia Central. As obras do Ramal do Seridó teriam ido até por volta de 1920, quando o governo brasileiro rompeu o contrato com a companhia que passava por problemas financeiros, assumindo as obras até por volta de 1922 vindo a abandoná-las posteriormente pondo fim ao sonho da integração ferroviária dessas duas regiões. 

Fontes da Pesquisa: 

*Entrevista oral com Cícero Fernandes, Lajes RN

Abaixo temos uma estrutura para pontilhão na Fazenda Araras
                                           Na foto abaixo vemos o túnel maior com cerca de 100 metros de extensão
Antiga Estação, Capela de Recanto
                                                                                     Foto da caixa d'água de ferro: amigos do Pedal

Estação de Lajes - A plataforma de embarque/desembarque da Ferrovia Central do RN Ceará Mirim à São Rafael, e do ramal de Macau eram feitos pelo lado da caixa d'água; já do lado da praça Manoel Januário Cabral seria do ramal do Seridó que nunca ocorreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário